Não deixe de ler

O VIÉS DESCONHECIDO

 

O VIES DESCONHECIDO 

Presenciamos nos últimos dias, grandes manifestações populares em todo o pais.

O povo em passeatas, sem coloração ideológica e partidária, com uma maciça presença de jovens e famílias inteiras, empunhando cartazes e faixas confeccionadas de forma artesanal e improvisada, com palavras de ordem que transitaram e foram sendo absorvidas pelas pessoas através das redes sociais, durante longo tempo e sem que as estruturas formais de governo se dessem conta da insatisfação das pessoas.

A banalização da ausência de governo nas questões de saúde, segurança e educação, fez com que as "autoridades" responsáveis pouco se incomodassem com as seguidas e recorrentes notícias da falta de atitudes de governo nestes assuntos.

A questão da segurança, só passou a ser encarada com alguma seriedade, quando numa iniciativa aventureira conseguiu-se convencer o resto do mundo de que o Brasil, teria condições de realizar dois dos maiores eventos esportivos do mundo, a Copa do Mundo e as Olimpíadas. Assim a preocupação com segurança se fez presente, porque as autoridades internacionais, exigiram solução para o assunto sob pena de nao atendidas as condições mínimas (vejam bem, condições mínimas e nao ideais) para garantir a segurança dos estrangeiros no nosso pais, ambos os eventos aqui nao seriam realizados.

Quanto a crise na saúde e na educação, bom, essas se tornaram questões secundarias, diante da magnitude dos dois mega eventos. As pessoas se viram diante das notícias das obras faraônicas de construção de estádios (chamam agora de "arenas") estupefados, e ao mesmo tempo com longas greves na área da educação ,pelas mazelas na área, assim como na saúde, pela falta de médicos,remédios,leitos e até hospitais.

Paralelamente, ressurge a inflação , ocasionando contínuos e sistemáticos aumentos de preços, reduzindo o poder de compra das pessoas e disseminando um sentimento de insegurança quanto ao futuro próximo.

Afinal, o que fazem as autoridades para corrigir tudo isso ?

Nas manifestações, em todas, as reivindicações majoritárias são pela redução dos preços das passagens, verba para a educação e saúde padrão "FIFA" e seguranca .Essas são, de forma singela, as grandes necessidades do nosso povo. Simples, nao ?

E como respondem as autoridades ?

Nas maiores cidades reduziram as passagens, em centavos. Para a saúde e educação, a distribuição, no FUTURO, dos royaltes do petróleo.Bom , para a segurança pude verificar que para reprimir as manifestações , estão tão bem preparados quanto nos tempos da ditadura militar, com bombas de gás lacrimogêneo, spray de pimenta, balas de borracha, escudos e cassetetes, alias estão melhor preparados, pois o pessoal da repressão usa uma verdadeira armadura e também deixaram os cavalos em casa ( nao se pode mais derrubar cavalo e cavaleiro com bolinhas de gude), e substituíram pelos caros blindados(brucutus), assim como a nova esperteza policial que consiste em deixar os vândalos e bandidos, que sempre existiram em qualquer passeata, depredarem e provocar incêndio, para poderem criminalizar todo o movimento. Em quanto isso, as pessoas de bem eram assaltadas por bandidos, nas barbas da policia.

E a esperteza política ?

E querer aproveitar a legitimidade das reivindicações, para propor uma reforma constitucional que nao foi em nenhuma manifestação tema de reivindicação. Subsidiariamente aos temas principais, foram reivindicados o combate a corrupção e critica aos políticos. Nao vi, nenhum cartaz pedindo reforma eleitoral nem constitucional, nem plebiscito agora espertamente ventilado. Querem mudar a constituição, para que ? Acabar com as medidas provisórias(que o congresso aprova ou nao) e restabelecer o imperial decreto-lei( que todos obedecem sem contestar) ? Tirar do congresso o poder de aprovar o orçamento, transformando em mero homologador ? Restringir o número de partidos, para apenas o PARTIDO DO SIM e o PARTIDO DO SIM SENHOR ?

O Estado brasileiro esta muito bem constituído, na mais democrática constituição, que jamais tivemos.Só o respeito a ela, garantiu a ascensão de um trabalhador a presidência da república, que governo durante 8 anos, sem crise institucional. Foi esta constituição que permitiu o recall do presidente da república, cassando o Collor e permite a cassação de qualquer parlamentar, como já feito. A nossa constituição democrática, não da condições às pessoas de índole autoritária, de agirem de forma ditatorial.  

O que as pessoas exigem é melhor gerenciamento do governo, mais verbas e soluções para as questões reivindicadas, competência , trabalho, dedicação, sensibilidade,visão de futuro,agilidade, são condições que se espera de um governo para gerir o Estado brasileiro.

Esperteza nesta hora, só nos leva a um viés desconhecido.
 


 

 
 
 
 
 
 
Fedcont RJ, ES e Bahia
nas redes sociais
 
 
 
 
 
 
Federação dos Contabilistas nos Estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia
Av. Presidente Vargas, 502 - 8° andar - Ed. Sisal
CEP: 20071-000 - Centro - Rio de Janeiro / RJ
Fone: (21) 2220-4358 - E-mail: fedcont@fedcont.org.br
Filiado a